domingo, 14 de fevereiro de 2010

Poema Vermelho


Viaja-me no sangue
um poema vermelho.
Em silêncio,
circulam rubras as palavras,
construindo os versos.
Deslizam desordenadas,
as rimas ardentes...
Pedaços de lava,
incandescentes!

O lume queima as veias.
Na carne, quase em chamas,
o desejo arde!
E a boca em fogo,
que a tua me pede,
lasciva se abre...

-Vem amor...é tarde!...


Maria Augusta Loureiro
Margusta

* Reservados todos os direitos de autor

Poema já aqui publicado, e que hoje dedico a todos aqueles que amam e se amam . Para todos um MUITO
FELIZ  DIA  DE  S.VALENTIM!!!

Eu, como diz a minha amiga  MARIA , vou ali e volto já!
Façam o favor de serem FELIZES!!!

(Imagem retirada da net.)

16 comentários:

Magia da Inês disse...

Olá, amiga!
Passei para rever seu cantinho e saber das novidades...
Seu cantinho está cada vez mais lindo!... surpreendente...
Um ótimo fim de semana!
Ótimo Carnaval!
Só alegria!...
Beijinhos.
Itabira - Brasil

Maria disse...

Belíssimo o teu poema Vermelho... mas nunca é tarde, Margusta. Podemos é perder algum tempo...

Espero que não demores muito tempo.
Beijinhos.

Sonhadora disse...

Minha querida Margusta
Lindissimo poema, rubro de paixão.

Beijinhos

Graça disse...

Querida,

O poema é lindo... mas tu és muito mais! As tuas fotos dizem-no, claramente.

Hoje, um dia bom para ti. Amanhã, também... e todos os dias, porque gosto de ti e quero que sorrias sempre.

Beijo de carinho imenso. Até já.

Mare Liberum disse...

Um belo poema saído de uma mulher para quem a palavra AMAR é companhia inseparável.És, comprovadamente, uma Poeta.

Bem-hajas!

Volta depressa, Margusta!

Beijinhossss millll

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Margusta, belo poema...Espectacular....
Beijos

Anderson Fabiano disse...

... e a coisa se repete: venho, me encanto e parto com vontade de voltar.
meu carinho,
anderson fabiano

Filoxera disse...

Belo!
Vai e diverte-te.
Beijos.

Chris disse...

Um belíssimo poema que li por aqui, foi um prazer visitar o seu espaço.
Um abraço
Chris

C NARCISO disse...

Ohhh (queixo caído)

Nilson Barcelli disse...

Magnífico poema, querida amiga. A poesia corre-te nas veias, de facto.
Boas férias...
Um beijo.

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Adorei seu poema in red, Margusta!
Você está muito lindinha em branco e preto, viu!
Faça o favor de ser sempre engraçadinha, feliz, e cheia de encanto!!!!

Deixo estas palavras para esta amiga que eu adoro e de quem eu não me esqueço nunca!!!!


*Borboletas me convidaram a elas.
O privilégio insetal de ser uma borboleta me atraiu.
Por certo eu iria ter uma visão diferente dos homens
e das coisas.
Eu imaginava que o mundo visto de uma borboleta -
Seria, com certeza, um mundo livre aos poemas.
Daquele ponto de vista:
Vi que as árvores são mais competentes em auroras
do que os homens.
Vi que as tardes são mais aproveitadas pelas garças
do que pelos homens.
Vi que as águas têm mais qualidade para a paz do
que os homens.
Vi que as andorinhas sabem mais das chuvas do que
os cientistas.
Poderia narrar muitas coisas ainda que pude ver do
ponto de vista de uma borboleta.
Ali até o meu fascínio era azul.

Manoel de Barros
In: Ensaios Fotográficos*

Beijos muitos*************************
Namore sempre, em qualquer estação!
Renata

Lilá(s) disse...

Tenho por aqui feito uns passeios lindos! e que poesia!!!
Bjs

mixtu disse...

viajar no sangue..


construir versos...
letras que juntas formam palavras.. versos... poesia...

sentida...

chamas...

a boca

e se me permites...

no fim.-.. o abraço...

abrazo de sobretudo preto e camisola laranja, yaya

(depois conto a viagem, agora só para te ler...)

aflores disse...

Como para mim (um eterno romântico), o Dia de S. Valentim é (tem que ser)TODOS os dias, eu agradeço e retribuo os votos expressos neste lindo poema.

Tudo de bom.

Magia da Inês disse...

Olá, amiga!
Desejo para você...
..."um mundo mais feminino, mais rosado e sensibilizado...
mais equilibrado e perfumado..."
Feliz Dia Internacional da Mulher!
Beijinhos.
Itabira - Brasil